Confira o depoimento da Maria Lúcia Fagundes sobre sua história com a Interagro

vingador e Labrego Interagro

Sempre, desde criança, fui completamente apaixonada por cavalos. Em 1990 comecei numa escolinha afim de aprender a montar, mas logo eu já sabia que queria ter um cavalo só meu.

Ainda sem conhecimentos de cavalos comprei um Quarto de Milha lindo, mas extremamente “pra frente” para uma iniciante. Comecei a frequentar feiras e exposições de cavalos e então em 1991 tive contato com o cavalo Lusitano, onde fiquei completamente apaixonada pela beleza, andamentos e docilidade.

Então comprei meu primeiro Lusitano. Igor do Mirante (criação Interagro) e foi só alegrias. Igor era um cavalo imponente, dócil, amigo e adorava se mostrar quando haviam várias pessoas. Gostava de ser montado, coloquei então ele para um treinamento no Haras Ianonni, onde aprendeu Passage, piruetas, trocas de mão, um belíssimo passo Espanhol e muito mais. Toda semana viajava de SP a Capão Bonito onde ele ficou estabulado para montar. Para mim não era sacrifício as 3 horas de ida, era prazer, alegria e felicidade.

Depois de alguns anos infelizmente o perdemos para uma cólica. Conversando com a Cecília da Interagro, ela já sabia o quão triste e devastada eu estava pela morte do Igor do Mirante. Então ela me convidou para ir até a fazenda e quem sabe eu poderia gostar de algum Lusitano.

Na fazenda ela trouxe uns 4 animais para eu ver. Mas de cara um deles se virou para mim e eu sabia que era ele. Outro lindo e maravilhoso da Interagro, Vingador Interagro.

Levei-o para São Roque, onde mantenho os animais, e deixei o Vingador para terminar a doma e treinamento, isto foi em torno de 2002. Vingador trabalhava em pista e exterior, sempre garboso com excelentes andamentos. Íamos buscar os bois com ele, saiamos para passear e tomar algo com ele que sempre teve comportamento exemplar. Nunca se assustou em exterior, assim como o Igor.

Quando o Quarto de Milha morreu em 2018, eu quis mais um cavalo para mim e meu marido praticamente da modalidade Rédeas passear. De novo liguei para a Cecília que prontamente me convidou para ver se eu gostaria de algum Lusitano.

Sempre desde que conheci a Interagro em exposições da raça eu tinha preferência pela criação da Interagro. Eles são grandes, bonitos, calmos, inteligentes e muito amigos. Compramos então o Labrego Interagro, um baio. Eu estava doida por ter um baio, e dos cavalos que a Cecília mostrou, ele era o único baio os demais eram tordilhos assim como Igor e Vingador.

E temos hoje então o Vingador e o Labrego Interagro. Somos felizes pela compra, mais uma vez um cavalo extremamente dócil, amigo, lindo e manso. Adoramos fazer passeios pela região de São Roque e sempre somos parados por turistas que se encantam pela beleza e docilidade.

Gostaria de ter mais um, e é lógico que será da Interagro que sempre me trouxe o que de melhor tem o cavalo Lusitano.

vingador e Labrego interagro 3

(Labrego Interagro / Maria Lúcia Fagundes)

vingador e Labrego interagro 2

(Labrego Inteargro e Vingador Interagro / Maria Lúcia Fagundes)

vingador e Labrego Interagro

(Labrego Inteargro e Vingador Interagro / Maria Lúcia Fagundes)

vingador interagro 2

(Vingador Interagro / Maria Lúcia Fagundes)

labrego interagro 2(Labrego Interagro / Interagro Lusitanos)

igor do mirante 3

(Igor do Mirante / Maria Lúcia Fagundes)

igor do mirante 2

(Igor do Mirante / Maria Lúcia Fagundes)

labrego interagro

(Labrego Interagro / Maria Lúcia Fagundes)

vingador interagro

(Vingador Interagro / Maria Lúcia Fagundes)

Igor do mirante

(Igor do Mirante / Maria Lúcia Fagundes)

 

SHARE THIS